segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Sérgio O. Russo e o Realismo Fantástico


SÉRGIO O. RUSSO é escritor brasileiro, nascido e residente na cidade do Rio de Janeiro, pesquisador há 35 anos do gênero REALISMO FANTÁSTICO e autor de 10 livros versando sobre tão apaixonante tema.


"Um verdadeiro desbravador do Gênero Realismo Fantástico, totalmente comprometido com questões polêmicas e de dimensões vertiginosas pertinentes a humanidade e o universo".

Kadu Santoro


Entende-se por REALISMO FANTÁSTICO o estudo de todos os mistérios em geral, envolvendo fatos inexplicáveis e tudo aquilo que, embora real, foge ao convencional sendo por vezes rejeitado, ocultado ou até mesmo ridicularizado pelos meios mais ortodoxos e céticos.


Destacam-se no estudo desse gênero a Ufologia, a Arqueologia Insólita, os Fenômenos Paranormais, o Esoterismo, a Exobiologia, os Mistérios do Espaço e do Tempo, a Criptozoologia e dezenas de outros temas igualmente atuais e surpreendentes.


Começamos bem jovem a nos interessar por tão interessante campo, pois não concordávamos com certos aspectos filosóficos, religiosos e científicos que até hoje são impingidos às massas. Devemos lembrar que, em épocas passadas, muitos foram queimados nas fogueiras da inquisição pelo fato de sustentarem que o nosso pequeno planeta não era plano e tampouco o centro do universo. Bem mais recentemente, muitos céticos juravam que o homem jamais poderia voar e que também nunca poria os pés no nosso satélite, a Lua. Porém, o tempo e as circunstâncias provaram exatamente o contrário!


Igualmente oportuno seria lembrar que mesmo hoje,em pleno Século XXI, e mesmo diante de todas as espantosas evidências, muitos cientistas afirmam que somente a Terra (um mísero grão de pó em meio à vastidão incomensurável do universo) teria condições de abrigar a vida inteligente.


E será que descendemos mesmo dos primatas? E de onde veio exatamente o Homem? A tão decantada Atlântida, a Lemúria e outras avançadas civilizações de um passado remoto e esquecido seriam mesmo simples lendas? Os extraterrestres estariam aqui? O quê de fato ocorre não somente no famigerado Triângulo das Bermudas, como também em vários outros lugares considerados "malditos" aqui na Terra? Fantasmas, demônios, Poltergeists e outras criaturas seriam reais? Mundos paralelos, verdade ou ficção? Reencarnação e alma, onde está a verdade sobre tão discutido tema?


Tudo isso e muita coisa mais faz parte desse estudo maravilhoso e ilimitado, que teve como precursores os grandes mestres do gênero, tais como Charles Fort, Louis Pauwels e Jacques Bergier, Robert Charoux, Peter Kolosimo, Charles Berlitz, Erich Von Däniken, nossos irmãos Rosacruzes Guy Tarade, Serge Hutin, Andrew Thomas e W. Raymond Drake; enfim, tantos e tantos outros que destemidamente ousaram desafiar os cânones estabelecidos e a ridicularização por vezes acompanhada da mais fina ironia - muito principalmente a má vontade oficial e ortodoxa dos pontífices do conformismo.


Assim, apesar dos negadores que sempre se recusam comodamente a admitir o óbvio, o REALISMO FANTÁSTICO torna-se um campo vastíssimo, verdadeiramente o embrião de uma nova ciência que vai - e sempre irá, quer queiram os céticos e os negadores ou não - de encontro aos anseios daqueles poucos dotados de olhos para ver e notadamente de ouvidos para ouvir. Em síntese, os jovens, os homens e as mulheres dotados de mentalidades abertas e inquiridoras, os quais por isso mesmo não se conformam com as meias-verdades, com os dogmas estapafúrdios, bem como justificadamente se recusam a aceitar os velhos e carcomidos tratados oficiais, já não mais dignos de credibilidade nestes tempos maravilhosos e reveladores do Terceiro Milênio.


É árduo, portanto, este caminho - verdadeiramente uma estrada tortuosa, difícil, extremamente espinhosa e longa. Mas, nós, aqueles que lutamos pela verdade, estamos pouco a pouco perfazendo, ou quem sabe refazendo, essa trilha maravilhosa. Deixamos assim a nossa humilde herança para o futuro, quando certamente todos os livros de História, da Antropologia, das Ciências e de outros tantos ramos do conhecimento terão que ser forçosamente revistos diante de uma verdade avassaladora que emergirá, enfim, das trevas em que esteve mergulhada por durante tanto tempo.


Pois - assim é a Lei - os tempos sempre se reeencontram. E certamente, em época talvez não muito distante, far-se-ão propícios, talvez maduros.


Sabemos que muitos outros nos seguirão nesta jornada. Este é o nosso anelo, a nossa esperança mais recôndita. Pois através do nosso modesto trabalho - com ele, e mediante ele - não abrimos as portas, porém fornecemos as chaves. Na verdade, nosso caminho, por vezes extremamente solitário, é exatamente como já escreveram os iluminados Pauwels e Bergier, na sua monumental e precursora obra "O DESPERTAR DOS MÁGICOS":


"Não passamos de pobres britadores: outros construirão a estrada"


VISITE O SITE: WWW.DOMINIOSFANTASTICOS.XPG.COM.BR

Sérgio O. Russo

Um comentário:

  1. Bom dia,

    Estava lendo sobre as evidências do Dr David Jacobs.E por sinal bastante interessante.

    Eu não sou um especiallista na área.Porém sempre que posso leio.E se leio,acredito.

    Nós não somos seres pertencentes a terra tb.Somos alunos estrangeiros com imensa saudade

    do lugar de onde realmente viemos e pertencemos.Então se nós estamos aqui por agum motivo.

    Naturalmente que os alienigenas também.

    Me interesso ler informações sobre cosmos,ufos etc...

    As dúvidas devem existir e é por isso que estudamos.Será que esses seres alienigenas nos estudam mais que nós a eles?

    Suas espaçonaves ou discos voadores como falamos são mais sofisticados que os nossos,então as velocidades tb.Será que eles vem de algum planeta onde ainda nossas vistas e satelites não alcançaram?
    Será que ao chegarem a velocidade da luz,automaticamente a dimensão muda e simplesmente ficam ali a nos observar como se estivessem perto?Ex. basta observar as cores do arco-ires, cada cor uma dimensão?
    De repente uma base aqui mesmo na terra,como uma proteção transparente não percebidadas por nós ou mesmo sob algum deserto ou lugares muito altos,não arriscáveis por nós a escalar?
    Obviamente acredito que estes seres são mais desenvolvidos que nós tecnologicamente.Mas porque fariam abdução de crianças e adultos para fazer experiências e até mesmo deixa-los ao ponto de cometerem suicidio?Será que eles estudam a nosso coração?a moral da bondade?bondade que eles ainda não possuem?Talves eles sejam apenas desenvolvidos tecnologicamente e mentalmente.Mas ainda lhes falta algo mais completo.Porque,não teria sentido eles estarem na terra a milênios.
    Mediante meu singelo ponto de vista um ser de outra dimensão ou planeta,por ser mais evoluido deveria ter corpo mais sutil e não grosseiro e "feio" como vejo em fotos.Eram pra ser seres mais brilhantes como o metal de suas aeronaves.saindo de suas peles fachos de luz como de algumas partes dos discos.Para exemplificar,seres brilhantes como estrelas.Para que a humanidade não sinta medo e sim amor por eles também.
    O corpo grosseiro,animalesco e fantasmagorico é caracteristica de seres alienigenas apenas tecnologicamente desenvolvidos e não evoluidos emocionalmente e esperiritualmente.


    Obrigado

    Edinei

    ResponderExcluir